24 de maio de 2009

JANEIRO E FEVEREIRO DE 2009

O verão começou com muita chuva e preocupação para os moradores da vila, pois a vida econômica da comunidade gira em torno do turismo nesta época do ano. Chuva muito forte espanta os turistas e, ainda por cima, destrói a estrada de acesso para os fiéis visitantes de Cumuruxatiba.
No Projeto, o movimento foi no sentido de se encontrar a melhor solução para o problema da nova sede. Já havíamos decidido que seria melhor iniciar as atividades de 2009 já em um novo espaço. Entretanto, encontrar uma casa em Cumuruxatiba nesta época do ano é bastante difícil – aluguéis altos, raros e apenas por temporada
Um terreno muito bem localizado, na praia, nos foi oferecido por um ano. Chegamos a realizar a limpeza do local; porém, ficou claro que o custo para deixar aquela área em condições mínimas é muito alto. Outro belo terreno, no Morro do Cantagalo, nos foi oferecido por um casal de amigos. Um terreno, em declive mas muito bonito, com uma casinha pequena. Outros amigos, o Walter e a Dolores, nos deram uma lona redonda – cerca de 8 metros de diâmetro – para ser armada ao lado da casinha. Um problema é que a casinha está ocupada e apenas estará livre em meados de abril. Até lá podemos trabalhar o próprio terreno que precisa ser, em parte, aplainado para receber a tenda. De todo jeito – um pouco por falta de opção – o martelo foi batido: ali será instalado o Projeto de Gente.
Neste meio tempo, o Begara, sempre atento às necessidades objetivas, trouxe a proposta de se organizar um grupo de pessoas amigas do Projeto que se reuniriam mensalmente com o compromisso de, presentes ou não, arrecadar uma quantia. Esta seria uma quantia fixa e certa para as necessidades materiais do trabalho; além disto, este grupo de amigos reunidos em torno de um propósito comum estará alimentando o Projeto de Gente com uma outra qualidade de demanda: subjetiva e identificada com o coração.
Fevereiro terminou com belos dias de sol e uma definição em relação ao local da nova sede do Projeto de Gente que exigirá muito trabalho e determinação.

Nenhum comentário: